ORGANIZAÇÃO COMUNITÁRIA

A organização comunitária é tema transversal trabalhado em todas as atividades de assessoria na instituição. Indispensável para que as comunidades alcancem autonomia em seus processos. Buscando despertar nas comunidades assessoradas a consciência acerca da importância organização social na vida comunitária são realizadas ações de assessoria e processos educativos nos espaços sociais já existentes na estrutura das comunidades, sejam reuniões comunitárias, de associações, de grupos específicos.

Estas atividades de assessoria/formativa, possibilitaram fortalecer espaços de reunião, planejamento e avaliação comunitários, gerado resultados expressivos. Atualmente nas associações apoiadas lideranças locais conduzem a facilitação dos processos internos, tais como realização de assembléias gerais das associações, reuniões de grupos locais, planejamentos (manejo, artesanato, grupo de mulheres, etc.).

As associações têm procedimentos próprios para realização das reuniões comunitárias para discussão de suas pautas, tanto de organização social, quanto de organização para produção e comercialização.

Assim, o CTA procura fortalecer a gestão produtiva e gerencial dessas comunidades, através do ao fortalecimento das cadeias produtivas florestais com o objetivo de contribuir para organização da produção e comercialização da produção florestal comunitária, através de ações junto á associação local e demais grupos que compõem a comunidade (grupo de mulheres, grupo de artesãos, grupo de manejo) de maneira a contribuir de fato para o fortalecimento das 5 cadeias produtivas florestais apoiadas pelo CTA, entre elas estão: produção madeira maneja e certificada, produção óleo de copaíba, produção sementes florestais para reflorestamento e artesanato, artesanato a partir de recursos da floresta. A proposta é desenvolver a cadeia produtivas a partir do manejo sustentável destes produtos e assessorar as comunidades e cooperativas no estabelecimento canais de comercialização seguindo os princípios do comércio justo. Nesta frente desenvolve-se ações de assessoria técnica produtiva, ações de capacitação em serviço, acompanhamento técnico, apoio a certificação florestal e apoio a comercialização.